25 de Abril de 2018

1º. de Maio CGTP-IN

2facebook

20170623CartaReivindicativaTrabalho por Turnos sintese 1

PETICAO PRECARIEDADE 250

SIESI Informa - Abril 2017

jornalsiesiCONTINENTE

Leis & Direitos

Direitos de parentalidade



6ª Reunião negocial

A CNS SIESI informa que se realizou no passado dia 22 de Março a 6ª reunião negocial, referente à revisão do Acordo de Empresa para 2018.

Sobre as negociações desenvolvidas junto da direção da empresa cabe-nos informar o seguinte:

Sobre a nossa proposta de atualização dos salários em 3,5%, a direção da empresa apresentou uma contraproposta chamada “global” com o valor de 1% com efeitos a partir de Janeiro de 2018, a qual continuamos a considerar insuficiente face ao aumento do custo de vida e á desvalorização que tivemos nos nossos salários ao longo dos últimos anos, ficando aquém da inflação (1,4%)

 

Sobre as outras matérias do âmbito pecuniário contidas na nossa proposta como: o aumento percentual do trabalho suplementar e respectivo descanso; da compensação por laboração contínua; a renumeração por antiguidade; o pagamento do subsídio de natal igual ao pagamento das férias e a duração do período de férias, a direção da empresa recusa-se a negociar, tendo somente apresentado uma proposta de atualização do subsídio de refeição de 3,64€ para 6€,(+2,36€) unicamente para os trabalhadores que laboram no 1º turno.

Em relação a nossa proposta de alteração dos horários de trabalho registamos alguns avanços por parte a empresa, havendo abertura para a eliminação do trabalho ao Sábado e a alteração da rotação atual dos turnos. Continuando a ser necessário manter a insistência na regulamentação dos intervalos de descanso para o 1º turno, facto que a empresa continua a negar contrariando toda a Legislação Laboral existente e o mais elementar bom senso.

Reafirmamos a nossa intenção de chegar a um acordo que valorize os trabalhadores da CelCat e que impulsione a melhoria das nossas condições de vida e de trabalho, sendo necessário para isto a participação de todos os trabalhadores nos plenários que iremos realizar no próximo dias 4 de Abril, para que coletivamente podermos tomar uma decisão do caminho a seguir para a conclusão do processo.

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES